Será que investir em uma nano franquia vale a pena?

As franquias têm surgido como uma alternativa de negócio, sobretudo, em meio à crise econômica. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) o segmento deve crescer cerca de 8,8%, até o terceiro trimestre. E nesse fluxo de expansão, uma nova modalidade vem ganhando espaço. Mas, será que apostar em uma nano franquia vale a pena?

Confira o post que preparamos e descubra!

O que é uma nano franquia?

A instabilidade econômica está provocando inúmeras transformações e o mercado de franchising já começa a ser impactado por essas mudanças. A nano franquia faz parte desse contexto porque chega com a proposta de flexibilidade de horário e baixo custo. É uma empresa de estrutura menor que permite ao franqueado mais versatilidade em relação aos horários e investimento de até R$ 20 mil.

Como funciona?

Nesse tipo de negócio, você não tem a obrigação de abrir uma loja física, muito menos de oferecer produtos na pronta entrega, pois os catálogos costumam ser as ferramentas de venda. Trata-se, basicamente, de um processo de venda direta, no qual a necessidade de um local fixo não chega a ser um fator determinante.

Quais são as vantagens?

Baixo custo

Muitas pessoas sonham em abrir o próprio negócio, mas não dispõem de capital significativo para investir. Por isso, a modalidade tem atraído o interesse de muita gente.

Registro como MEI

Dependendo do setor, o franqueado pode contar com o Microempreendedor Individual (faturamento de até R$ 60 mil). Por sinal, é menos burocrático do que os trâmites de abertura de uma empresa tradicional.

Flexibilidade

Em muitos casos, o franqueado consegue programar a sua própria rotina, definindo seus dias e horários de trabalho.

Quais são as desvantagens?

Dificuldade na construção de autoridade

Um dos grandes problemas enfrentados pelas marcas enquadradas na categoria de nano franquia é a dificuldade de consolidação no mercado, ou seja, nem todas emplacam.

Franqueados inexperiente

A falta de educação financeira e de gestão empresarial dos participantes demandam mais esforços do franqueador.

Falta de estrutura

Ter um plano de negócios estabelecido não quer dizer que ele funcione na prática. O dia a dia acaba revelando as dificuldades de manter a unidade funcionando.

Investir em uma nano franquia vale a pena?

O fato de as franquias contarem com uma marca consolidada e um planejamento consistente as tornam interessantes para os investidores. Afinal, você paga para a empresa se posicionar e ganhar autoridade no mercado, o que facilita as suas negociações.

Quando falamos de nano franquia a história ganha outro rumo, porque da mesma forma que o baixo custo é interessante, ele também acaba se tornando um grande entrave. Por quê?

Se você não precisa investir o suficiente para a marca ganhar espaço entre os concorrentes, então, boa parte do trabalho de divulgação será passado para as suas mãos. Ou seja, você se torna um empreendedor, mas também acumula funções de vendedor, marqueteiro.

Não estamos desmerecendo a posição, mas essa é uma forma de te dizer que a falta de estrutura pode afetar os seus lucros e sobrecarregar as suas tarefas.

Nem sempre o barato é a melhor opção para o sucesso. Nesse caso, a pesquisa e o planejamento são fundamentais para a sua permanência e retorno financeiro. Afinal, ninguém investe em algo com a intenção de ficar na corda bamba. Coloque na balança os prós e contras, a fim de confrontar se, no seu caso, a nano franquia vale a pena.

Se você está em busca de um negócio consolidado e com mais de 130 franquias distribuídas pelo Brasil, entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *