Faturamento médio das franquias no Brasil: 4 fatos para motivá-lo

Mesmo em meio à crise econômica, o faturamento das franquias no Brasil não para de crescer!

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o mercado de franquias no país cresceu 8,3% em 2016 em comparação a 2015.

Isso porque, com o aumento do desemprego no Brasil, muitas pessoas deixaram seus trabalhos e, com certa dose de empreendedorismo e alguma reserva para um investimento inicial, procuraram um negócio mais seguro. Sobretudo, com suporte técnico e de gestão, já testado e aprovado por outros empreendedores: a franquia.

Siga a leitura do post e descubra por que você deve investir nesse mercado promissor. Vamos lá?

1. Aumento crescente do faturamento

Ainda de acordo com a ABF, no ano passado, foram registradas 142,6 mil unidades de franquias no Brasil, que atingiram um faturamento de quase R$ 151 bilhões. E o melhor: a previsão para 2017 é de um aumento de 7% a 9% no faturamento com a esperada reestruturação da economia.

São mais de 1,2 milhão de postos de trabalho nas 3 mil redes de franquias que existem pelo país. Além disso, a expectativa de crescimento para 2017 é de 5% no número de estabelecimentos, o que significa, pelo menos, um aumento de 3% de vagas de emprego para esse ano.

2. Expansão pelo interior do país

Nos últimos anos, as redes de franquias iniciaram uma penetração pelo interior do país. Nesse sentido, a franchising já está presente em 42% dos 5.567 municípios brasileiros. Para 2017, a ABF espera, um crescimento nesse movimento de interiorização acima dos 2%.

As marcas têm procurado se instalar em cidades prósperas, ainda pouco exploradas, porém com arranjos econômicos que movimentam recursos, como o agronegócio, por exemplo.

3. Internacionalização das marcas brasileiras

Em 2017, as marcas brasileiras estão seguindo com o processo de internacionalização dentro de um planejamento sólido em parceria com a ABF e com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A ideia é promover o desenvolvimento de marcas brasileiras pelo mundo. Já são 138 operando em 61 países, o que demonstra um aumento em relação a 2015, quando eram 134 redes funcionando em 60 nações.

Hoje, o Brasil ocupa a sexta colocação na relação dos países com maior número de unidades de franquia no mundo, segundo o ranking do World Franchise Council. Em primeiro lugar, vem os Estados Unidos, com 795.932 unidades.

De acordo com o mesmo ranking, o Brasil é o quarto colocado entre os países com maior número de redes de franquia. A China é a primeira da lista, com 4.500 marcas.

4. Modelo testado e aprovado

Um dos motivos pelos quais empreendedores têm optado cada vez mais pelo modelo de franquia é o prestígio já consolidado da marca. Ao entrar nesse mercado, o investidor não precisa começar do zero. No caso de marcas ainda não muito conhecidas, o franqueado conta com todo um trabalho de marketing da franqueadora, que fará com que, rapidamente, ele ganhe visibilidade.

A franquia também é uma ótima opção para quem não tem experiência na administração de empresas, pois o franqueado conta com todo um expertise já formatado.

Aliás, um dos principais atrativos do mercado de franquias é, exatamente, o apoio ao empreendedor, que tem acesso a treinamentos e capacitações, além de todo um suporte que diminui, por exemplo, o risco de se tomar uma decisão equivocada.

E então, ficou animado com as possibilidades e com o faturamento das franquias no Brasil? Que tal, agora, conhecer as tendências do mercado de franquias para os próximos anos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *